Cédé Brasil - Cadastre-se!

Cédé Brasil - Cadastre-se!
O Padrão de Qualidade agora no Brasil!
Expandir + ◄ ► - Recolher

1 - Agapornis | Ringneck | Calopsitas - "Clique na imagem para ir para o Site"
2 - Papagaios | Ecletus | Cacatua - "Clique na imagem para ir para o Site"
3 - Forpus | Rosellas | Red Humped - "Clique na imagem para ir para o Site"
4 - Canários de Porte e de Cor - "Clique na imagem para ir para o Site"

Painel Informativo - Ultimas Noticias

5 - Central de Promoções e Anúncios - "Clique na imagem para ir para o Site
6 - Clube dos Psitacídeos Cadastre-se - "Clique na imagem para ir para o Site
7 - Clube dos Canários Cadastre-se - "Clique na imagem para ir para o Site
8 - WEsteves Gaiolas e Viveiros - "Clique na imagem para ir para o Site

Os Psitacídeos

Os Psitacídeos são aves, em geral, muito resistentes, e adaptam-se bem a qualquer clima, com preferências a ambientes com pouco frio, haja visto as regiões nas quais eles estão espalhados pelo mundo, que na maioria possui clima com predomínio de temperaturas quentes.
Podem viver nos mais variado tipos de vegetação: cerrado, caatinga, florestas. Porém preferem áreas próximas a rios e lagos.
São pássaros com grande habilidade para aprender a interagir com o meio em que vivem, em aprender a interagir com o meio em que vivem, especialmente, quando criados como pet´s (animais de companhia) pelo homem. Aprendem uma série de truques e brincadeiras, além de serem capazes de repetir assobios, palavras e frases. Há casos (como o do Papagaio do Congo Alex) em que associam nomes e cores a objetos.
Dentre as espécies mais hábeis para “falar” estão o brasileiro Papagaio-Verdadeiro (Amazona Aestiva) e o africano Papagaio do Congo (Psittacus erithacus erithacus). Além destes, geralmente as demais espécies também são capazes de assoviar e desenvolver algum tipo de interação com o ser humano, desde que ensinadas desde filhotes. O que também não exclui a possibilidade de aprender quando adultas.
Certa vez, um dos meus ring neck abriu o viveiro onde vivia, após recapturá-lo, amarrei a porta do viveiro com um arame (porém, muito fino) e no dia seguinte, ele cortara o arame e escapara da novamente. Outro dos meus Ring´s, observando o companheiro, que havia sido criado por mim desde filhote, buscar o alimento na minha mão passou a aproximar-se cada vez mais e a pegar o alimento da mesma forma. Uma das minhas calopsitas adultas aprendeu a assobiar ouvindo o ring neck e a mim. Então, posso afirmar, com certeza, que são inteligentes o bastante para aprender muitas coisas novas, mesmo quando adultos.